Pular para o conteúdo principal
POSSO OBTER UM VISTO DE NÃO-IMIGRANTE SE EU FOR CASADO COM UM CIDADÃO AMERICANO ?

Conheço muitos casos em que um americano residente no exterior casou-se com um morador local e não houve hesitação dos funcionários consulares em emitirem um visto de não-imigrante ao cônjuge para que este pudesse conhecer os novos sogros e familiares.
Um caso como esse depende muito da situação e das intenções do cônjuge dos EUA. Nos casai que se candidataram com sucesso, um ou ambos, eram residentes bem sucedidos de longo prazo daquele país estrangeiro com status legal e uma vida e negócios estáveis. Eles ganharam pontos extras, pois conheciam muito bem o processo de imigração e optaram deliberadamente por não usá-lo porque não iriam se mudar permanentemente para os EUA no futuro próximo, ou nunca.
 Outros já tinham checado os atrasos habituais para aprovação de petição, a aprovação e a emissão da petição para o dia - geralmente anos a frente - quando eles queriam se levantar e se mudar para os EUA permanentemente. Mas, por enquanto, eles continuariam morando no exterior e visitando os EUA sempre que quisessem.
O fato de estar casado (a) com um cidadão americano, não obriga o cônjuge a entrar com um processo de imigração (Green Card). O cônjuge estrangeiro tem todo o direito de obter um visto de turismo, desde que comprovados seus vínculos com o país de origem e a não intenção de permanecer nos EUA de forma ilegal.

Law Offices of Witer DeSiqueira
Colaboração: Katlyn Berker - ex consular officer 
OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O FACEBOOK ESTARIA "AJUDANDO" O ICE A RASTREAR IMIGRANTES INDOCUMENTADOS NOS EUA

Relatório revela que a agência de controle de imigração monitora os movimentos dos indocumentados através da rede social As autoridades federais de imigração não só têm o poder de lhe pedir informações sobre sua conta do  Facebook no momento da entrada nos Estados Unidos, mas nos bastidores, tem uma equipe que monitora os movimentos dos indocumentados através da rede. O site Intercept, que em certa época serviu de plataforma para informações divulgadas pelo ex-funcionário da CIA Edward Snowden, revelou que o Serviço de Imigração e Alfândega (ICE) usa dados do Facebook para rastrear e localizar imigrantes indocumentados. O relatório é baseado em e-mails e documentos da agência que mostram o alcance do governo na interceptação de suspeitos. O relatório refere-se ao caso de um imigrante no Novo México, do qual os agentes conseguiram obter dados como: quando acessaram sua conta e os endereços IP onde ini…
VIAJANDO PARA OS ESTADOS UNIDOS EM MÍNIMOS DETALHES – PASSANDO PELA IMIGRAÇÃO
Nesta semana, vamos abordar em detalhes, o momento da entrada nos Estados Unidos e a passagem pela Imigração.
Ao aterrissar em solo americano, você estará sujeito às leis daquele país, então deixe lado hábitos que podem ser suspeitos aos olhos deles. Ao chegar na Imigração, você será conduzido para uma das duas filas, a de prescreen, ou dos guichês com agentes do CBP (Customs and Border Protection). Se você for para o prescreen, você colocará sua mão em um aparelho de leitura digital, se pré-aprovado, você está livre para entrar nos EUA e ir direto para a retirada de bagagens. Você poderá negado por diversos motivos, como: falha na leitura das digitais, histórico de frequência na “salinha da imigração”, ou histórico negativo/suspeito nos Estados Unidos. Se for o caso, você será conduzido para o guichê do CBP.
Um agente do CBP é treinado para detectar pessoas e atitudes suspeitas, então perguntas serão feitas a …

VISTO H2B - NOVA OPORTUNIDADE DE TRABALHO NOS EUA